Gestão à vista: balas na agulha da comunicação empresarial

Para nos sentirmos parte de algo maior, é preciso que todos enxerguem seus resultados e, principalmente, o caminho trilhado para alcançá-los.




Você já ouviu falar das salas Scape 60?


Funciona assim: você e seus companheiros de equipe são trancados em um ambiente completamente desconhecido, repleto de enigmas, códigos e itens escondidos, com o único e simples objetivo de sair da sala. O tempo limite para escapar do lugar é de uma hora e muitos costumam se perder no caminho por conta de um fator específico: o trabalho em equipe.


O jogo começa com cada membro definindo quais serão suas funções dentro da sala: quem irá atrás de objetos escondidos, quem irá analisar as mudanças no ambiente e, claro, quem será o “cabeça” do negócio, responsável por organizar todas as informações adquiridas pelo resto da equipe.


Se você for o “chefia” da informação, tenha em mente que não bastará apenas compartilhar tudo que vem à tona com seus companheiros. Antes de sair por aí divulgando suas descobertas com base em todos os objetos e coisas que chegaram até você, é preciso criar uma linha de pensamento concreta, na qual é imprescindível elencar o que é mais relevante para o momento do jogo.


Se o chefe do time não souber interpretar o que é mais importante para sair da sala no tempo estimado, é muito provável que, inconscientemente, ele crie uma armadilha para seus outros colegas, apresentando informações pouco relevantes que os colocam em um limbo, consequentemente atrasando o trabalho de todos, fazendo-os se aprisionarem cada vez mais em um processo falho.


Seu time não pode ficar por fora do que acontece na sua empresa. Uma boa gestão visual é um dos principais segredos de uma equipe unida .


Mas não se desespere! Se antes de entrar na sala você já tiver maquinado em sua mente o conceito de gestão à vista, suas chances de fuga aumentarão significativamente.


"Gestão à vista, ou gestão visual, é o ato de organizar, por meio de uma plataforma (Ex: dashboards, TVs corporativas) informações relevantes para todas as áreas de uma empresa, apontando aquilo que precisa ser VISTO pelos colaboradores, para que eles obtenham um maior grau de desempenho em seus trabalhos, podendo observar falhas e conquistas."

Outro ponto importante está em como a gestão à vista conecta cada time dentro de uma empresa por meio de uma curadoria certeira de conteúdos, expondo cada trabalho específico de maneira geral, com o intuito de trazer uma noção maior da realidade corporativa.


A gestão visual, portanto, está em como você organiza as informações de maneira entendível para seu público-alvo, além de reforçar valores colaborativos dentro de uma empresa.

Durante o processo de curadoria, questionar-se deve ser um de seus principais hábitos: pergunte a si mesmo se seus dados não colidem entre si, ou seja, se uma informação não atrapalha a outra, e faça constantes avaliações sobre a relevância da informação para determinado projeto, grupo ou comunicação.


Vamos supor que você seja um gestor de times dentro de uma empresa de produção têxtil. Dentro da corporação, você é responsável por organizar os dados da linha de produção e vendas para transmiti-las ao pessoal da comunicação, design e CEOs.


Quais informações você colocaria à disposição dos designers para que eles desenvolvessem novas artes? Seriam as mesmas apresentadas aos CEOs? E qual seria o viés dado para os comunicadores? Será que eles precisam mesmo saber qual o volume de tecidos roxos produzidos no mês?


Saber organizar cada coisa em seu devido lugar pode se tornar um desafio para muitos; porém, a XPBoards trouxe algumas dicas para você descomplicar na hora de organizar sua equipe.


Confira com a gente:


1. Utilize dashboards variados para cada ocasião

  • Dashboards são os principais aliados para aqueles que desejam informar conglomerados de dados com clareza. Equipados com layouts intuitivos e de fácil entendimento, os dashs da XPBOARDS são referência quando o assunto é organização da informação.

Monte um protótipo conosco! Confira aqui nossos layouts.


2. Distribuindo a informação

  • Busque organizar as áreas da empresa de maneira que elas possuam um controle próprio de suas atividades, com atualizações constantes e noções de processos de produção.

  • Evite misturar muitas coisas. Crie diversos modelos de dashboards para tornar o trabalho mais amplo, principalmente nos casos em que é preciso cruzar informações específicas entre áreas.

  • Defina o período em que você levantará relatórios das áreas específicas, colhendo informações que sirvam para trazer uma visão geral delas para todos, criando, assim, um entendimento mais amplo do negócio, o que costuma trazer frutos positivos para o desenvolvimento colaborativo.


Essas foram as dicas de gestão à vista da XPBoards.


Acompanhe nossas redes sociais e descubra mais dicas.


Curtiu o conteúdo? Conte o que você achou!

6 visualizações

Posts recentes

Ver tudo